Por que as terras da Espanha na América viraram vários países?


Por causa de diferenças nos processos de colonização e de independência. “Ao contrário da América portuguesa, não existiu unidade administrativa na América espanhola”, diz a historiadora Libertad Borges Bittencourt, da Universidade Federal de Goiás (UFG). Isso aconteceu porque a Espanha dividiu seus territórios na América em quatro grandes vice-reinados, além de outras capitanias gerais e intendências. No Brasil, a criação das capitanias hereditárias foi uma experiência parecida. Mas esse sistema não deu certo por aqui e a Coroa portuguesa acabou assumindo diretamente o controle da sua colônia. Já nas terras espanholas a divisão administrativa funcionou tão bem que se tornou difícil de ser revertida após o início dos processos de independência.

As áreas sob domínio espanhol eram administradas por vice-reis, que estabeleceram suas próprias estruturas locais de governo, embora mantivessem a fidelidade ao rei da Espanha. Outro fator importante para a fragmentação dos países foi a maneira como aconteceram as independências nas colônias. “Na América espanhola elas ocorreram em contextos de guerra. As classes governantes locais impuseram a fragmentação, num loteamento de espaço e poder”, diz Libertad. Após a independência dos vários países, ocorreram tentativas frustradas de unir as nações recém-nascidas. Esse era um dos ideais do líder revolucionário venezuelano Simon Bolívar (1783-1830).

Continente dividido

A América espanhola teve vice-reinados que depois deram origem às nações

1 – Vice-reinado do Rio da Prata

Fragmentou-se em quatro países: Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai. Brigas políticas entre a província central de Buenos Aires e outras províncias interiores levaram à separação da Bolívia e do Paraguai. A região do atual Uruguai foi disputada por argentinos e brasileiros até virar uma nação independente

2 – Vice-reinado do Peru

Foi o vice-reinado que mais manteve sua unidade territorial. Era formado basicamente por apenas um país atual, o Peru, que era o centro do poder espanhol na América do Sul

3 – Vice-reinado da Nova Espanha

Incluía boa parte do território atual do México, abrangendo ainda regiões incorporadas mais tarde ao sudoeste dos Estados Unidos. Era a mais rica colônia espanhola e a capital do vice-reino, a Cidade do México, era a maior cidade das Américas

4 – Vice-reinado da Nova Granada

Englobava o Equador, a Colômbia e o Panamá. A invasão da Espanha pela França em 1808 desestabilizou as colônias e, na Nova Granada, juntas locais substituíram os governantes espanhóis. Isso ocorreu em momentos distintos em cada uma das regiões do vice-reinado, contribuindo para a sua divisão

5 – Terras de segunda

Os territórios que não faziam parte dos quatro vice-reinados foram divididos em capitanias gerais ou intendências, regiões administrativas que recebiam menor atenção da coroa espanhola por abrangerem terras consideradas de baixo valor econômico e estratégico

fonte: mundo estranho
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s