Por que os padres não se casam?


A decisão foi tomada pela Igreja Católica no longínquo século 5, durante um encontro de sacerdotes. “Nesse conselho, foi decidido que os padres deveriam ser celibatários, para melhor cuidar das coisas da Igreja”, afirma o padre Reginaldo Lima, assessor da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Mas também foi uma manobra para impedir que os padres, que até então podiam se casar, deixassem herdeiros e dilapidassem o patrimônio da Igreja Católica — que estava cada dia mais rica e poderosa desde que o imperador Constantino se converteu ao catolicismo, no ano 312.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

31 respostas para Por que os padres não se casam?

  1. Marcio mussa disse:

    Não é nem tanto por não cuidar mais das coisas da igreja. e sim concerteza para não deixar herdeiros igreja católica sempre capitalista, eu acho é pouco.

    • Marcelo Aguiar disse:

      srrs… boa justificativa. Correto… por q se vc fosse filha de padre, certamente quereria herança… srsrs… capitalista como é. Tanto q lembrou de hernaça.. srsrsr.

    • Fernando Goncalves dos Santos disse:

      “Quisera que todos os homens fossem como sou; mas cada um recebe de Deus seu dom particular; um, deste modo; outro, daquele modo”(1Cor. 7, 7). Para Paulo, a virgindade não se distingui do casamento como se somente ela fosse dom de Deus, pois ambos são dons de Deus.
      “Contudo, digo aos celibatários e às viúvas que é bom ficarem como eu”(1Cor. 7, 8).
      “A propósito das pessoas virgens, não tenho preceito do Senhor. Dou, porém, um conselho como homem que, pela misericórdia do Senhor, é digno de confiança. Julgo que essa condição é boa, por causa das angústias presentes; sim, é bom ao homem ficar assim. Estás ligado a uma mulher? Não procures romper o vínculo. Não estás ligado a uma mulher? Não procures mulher. Todavia, se te casares, não pecarás; e se a virgem se casar, não pecará. Mas essas pessoas terão tribulações na carne; eu vo-las desejaria poupar.”(1Cor. 7, 25-28). Não se trata das tribulações oriundas das concupiscências, mas dos encargos da vida conjugal.
      “Eu quisera que estivésseis insentos de preocupações. Quem não tem esposa, cuida das coisas do Senhor e do modo de agradar ao Senhor. Quem tem esposa, cuida das coisas do mundo e do modo de agradar à esposa, e fica dividido. Da mesma forma, a mulher não casada e a virgem cuidam das coisas do Senhor, a fim de serem santas de corpo e de espírito. Mas a mulher casada cuida das coisas do mundo; procura como agradar ao marido”(1Cor. 7, 32-34).
      “Os discípulos disseram-lhe: ‘Se é assim a condição do homem em relação à mulher, não vale a pena casar-se’. Ele acrescentou: ‘Nem todos são capazes de compreender essa palavra, mas só aqueles a quem é concedido. Com efeito, Há eunucos que nasceram assim, do ventre materno. E há eunucos que foram feitos eunucos pelos homens. E há eunucos que se fizeram eunucos por causa do Reino dos Céus. Quem tiver capacidade para compreender, compreenda!'(Mt. 19, 10-12)” Jesus convida à continência perpétua aqueles que querem consagrar-se exclusivamente ao Reino dos Céus.

    • iara disse:

      uma coisa eu digo a vcs protestantes um quer vcs queira quer vcs não queira vcs iram se ajoelha diante de jesus juntamente,com a sua mãe a nossa mãe que mesmo sendo criticado pelos protestantes ela os amam!!!e outra um dia todos os joelhos vão se dobrar diante dela multidão de pessoas viram o poder que a mãe de jesus e da nossa mãezinha!!!a todos a paz de JESUS e o amor de MARIAAA…

  2. E por isso viram pedofilos…

    • Fernando Goncalves dos Santos disse:

      Falando dessa forma até parece que você conhece todos os Padres do mundo inteiro. Sua afirmação é infundada! Procure conhecer quantos Padres exitem no mundo, quantos se envolveram em casos de pedofilia, depois quantos % dos casos são praticados pelos próprios pais da vítima, que ao que tudo indica tem uma vida sexual ativa e um casamento (ué, mais a culpa da pedofilia não era o celibato?) e passe a assistir a televisão de maneira crítica, e não asseite tudo da forma como é apresentado.
      “Não julgueis para não serdes julgados. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos. Por que reparas no cisto que está no olho do teu irmão, quando não percebes a trave que está no teu? Ou como poderás dizer ao teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”. (Mt. 7, 1-5)

  3. Mêlanie disse:

    Acho ridículo isso. Como podem dar conselhos sobre filhos, família e casamento, se não tem experiência alguma nessa área? Por esse e outros motivos não sou adepta do catolicismo.

    • Marcelo Aguiar disse:

      Genial a sua resposta….. (aplausos srsrsrsrs…) “Como pode o médico passar uma medicação sem estar doente? Sem ter experiência da doença?” (Isso deve ser um absurdo….) Como pode o psicólógo propor uma terapia sem esta depressivo…? (é crime)… kkkkkk. É boa d + sua resposta. Gostei!!!

    • Fernando Goncalves dos Santos disse:

      Eu acho ridículo são esses comentários sem fundamento algum que se me apresentam aos quatro ventos, e que pega! Pois todo site de comentários sobre esse assunto sempre sai essas marmota.
      Se fosse assim não haveria médico Ginecologista e Obstetra!
      E por acaso Padre nasce de que?
      De chocadera né! deve ser!

  4. rene disse:

    Eles dizem que Pedro foi o primeiro papa,mais Pedro era casado,vai entendê heim!?

    • Fernando Goncalves dos Santos disse:

      Os protestantes se arvoram em intérpretes da Bíblia, insinuando, que conhecem-na muito melhor que os católicos. Então, vamos procurar demonstrar – com a mesma Bíblia que eles dizem seguir – que S. Pedro era Celibatário. Eles utilizam o seguinte trecho para tentar provar que S. Pedro não podia ser celibatário: “E a sogra de Simão estava enferma” (Lc 4, 38).

      Primeiramente, cabe distinguir entre celibato e castidade. A castidade pressupõe o celibato, mas este não pressupõe aquele. Uma pessoa celibatária pode ter sido casada, por exemplo. Enquanto uma pessoa que guardou a castidade a vida inteira, de regra, nunca foi casada. A não ser que tivesse feito um voto de castidade dentro do casamento, como foi o caso de Nossa Senhora.

      S. Pedro, segundo ensina a tradição e segundo vou procurar demonstrar com a Bíblia, foi casado, mas era viúvo ou tinha deixado sua mulher.

      Afirmar que S. Pedro era casado por ter uma sogra é um argumento precipitado. Há muitas pessoas que tem sogra mas já não tem mulher. Da Sagrada Escritura, a única coisa de certo que se pode afirmar é que S. Pedro tinha uma sogra e que, portanto, podia ser casado, podia ser viúvo, ou podia ter deixado a esposa.

      De qualquer forma, estando viva ou não sua mulher, S. Pedro a tinha deixado, segundo o conselho do Mestre: “Todo aquele que tiver deixado, por amor de mim, casa, irmãos, pais, ou mãe, ou mulher, ou filhos… receberá a vida eterna” (Mt 19, 29).

      Eis um conselho do divino Mestre dirigido aos Apóstolos e, na pessoa deles, aos séculos vindouros. Nosso Senhor os convida a deixar tudo, por seu amor… até a própria mulher.

      Os Apóstolos compreenderam o convite de Nosso Senhor. E compreenderam tão bem que ficaram admirados, e disseram: “logo quem poderá salvar-se?” (Lc 18, 26).

      S. Pedro, sem hesitação, sem embaraço, como quem fala com completa certeza, dirige-se ao divino Mestre, e exclama: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos” (Lc 18, 28).

      E o Senhor aprova e apóia esta exclamação de Pedro, respondendo: “Na verdade vos digo, que não há quem deixe, pelo reino de Deus, casa, pais, irmãos ou mulher que não receberá… a vida eterna” (Lc 18, 29-30)

      S. Pedro exclama ter deixado tudo… O Mestre o confirma, e promete-lhe o céu em recompensa.

      É, pois, claro e irrefutável que S. Pedro, embora tivesse sogra, não tinha, ou tinha deixado a mulher; era pois celibatário como os outros apóstolos. Se assim não fosse, S. Pedro não podia dizer ter deixado tudo, visto não ter deixado a mulher, embora fosse incluída a mulher na enumeração, feita pelo Mestre, daquilo que se pode deixar por seu amor.

  5. Sergio disse:

    Carolina. isso é o mesmo que tu pensar que todas as pessoas solteiras do mundo virariam pedofilas… e se fosse assim não existiriam pessoas Casadas ou em relacionamento Aberto, e essa babozeira toda pedofilos

    pedofilia eh uma doença mental, que atinge padres, medicos advogados, motorista de caminhão e qualquer pessoa em suma. independente da profissão da pessoa é um ato condenavel, mas de forma nenhuma pode ser usado como generalização. se um padre em estado mental normal não aguenta mais o selibato, eu acredito que ele tem muitas opções de sexo que não sejaum crianças, (prostibulos, mulheres promiscuas e etc…)

    Melania, quem disse que padre não tem familia, todo padre tem mãe pai avo primo tios avos etc. ou vc acha que a pessoa precisa casar para pertencer a uma familia…

  6. Pingback: Por que os padres não se casam? | Movie Reviews & Film Critics

  7. IRAO_MAIDEN disse:

    E tem outro motivo também, em 300 e poucos d.C. o Rei da Inglaterra pegou o Papa Urbano III na cama real com a Rainha, o Rei queria castrar o Papa que fugiu às pressas…
    Os padres não se casam, depois não aguentam e vão cometer a PEDOFILIA que é muito pior do que se eles pudessem casar… É uma vergonha…

    • Fernando Goncalves dos Santos disse:

      Essa História já tá ficando chaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaata!
      Uma vergonha são esses comentários!
      Já que vocês são tão repetitivos, vou repetir a resposta que já dei acima:
      Falando dessa forma até parece que você conhece todos os Padres do mundo inteiro. Sua afirmação é infundada! Procure conhecer quantos Padres exitem no mundo, quantos se envolveram em casos de pedofilia, depois quantos % dos casos são praticados pelos próprios pais da vítima, que ao que tudo indica tem uma vida sexual ativa e um casamento (ué, mais a culpa da pedofilia não era o celibato?) e passe a assistir a televisão de maneira crítica, e não asseite tudo da forma como é apresentado.
      “Não julgueis para não serdes julgados. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos. Por que reparas no cisto que está no olho do teu irmão, quando não percebes a trave que está no teu? Ou como poderás dizer ao teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”. (Mt. 7, 1-5)

  8. FRANK disse:

    Na igreja catolica ninguem e forçado a ser padre ou freira é uma opição de cada um ou seja uma opição religiosa assim como ser protestante ou ubandista ou outra religião qualquer a pedofilia é um mal como falou nosso amigo, de toda sociédade ou vocês tem duvidas que não tem tambem pastor ou outra denominção quaquer que seja religiosa ou não de pedofilos. E pra quem não sabe religião e questão de fé,que poucos tem ou entemdem agora pra falar da igreja no minimo você já estudou sobre o porque o padre não pode casar ou você so ouviu falar, mais irmão cada um com sua fé ou não póis vivemos num pais livre onde a opição religiosa pode ser espressadfa livre mente se você não ou numca ESTUDOU SOBRE A IGREJA CATOLICA NÃO VENHA FALAR MERDA

  9. Rhayanny disse:

    Antes das pessoas julgarem os padres ou a igreja católica era melhor ler a Bíblia, pois nela fala:
    “Todo aquele que deixar por amor de meu nome a casa, ou os irmãos, ou as irmãs, ou o pai ou a mãe, ou a MULHER, ou os filhos, ou as fazendas, receberá cento por um e possuirá a vida eterna” (Mt XIX, 29).

    São Paulo, tratando do problema do casamento e do celibato diz:
    “O que está SEM MULHER está cuidando DAS COISAS QUE SÃO DO SENHOR, de como há de agradar a Deus; mas o que está com mulher está cuidadoso das coisas que são do mundo, de como há de dar gosto à sua mulher e anda dividido. E a mulher solteira ou virgem cuida nas coisas que são do Senhor, para ser santa no corpo e no espírito, mas a que é casada cuida nas coisas que são do mundo, de como agradará ao marido” (I Cor. VII, 32-35).

    E São Paulo disse ainda:

    “Digo também aos solteiros e às viúvas que lhes é bom se permanecerem assim, como também eu” (I Cor. VII, 8).

    Portanto, São Paulo deixa claro a SUPERIORIDADE do celibato e da virgindade sobre o matrimônio embora ele também diga que casar é bom. Por isso, a igreja sempre defendeu o celibato dos sacerdotes.

    Entenderam né, se não conseguiram entender leiam mais a bíblia antes de ficar falando que isso é ridículo! Isso é um Dom, e tudo está na Bíblia, é só pegar e lê!

    Ah! Infelizmente muitos “Padres” cometem pedofilia sim, mas não se esqueçam que muitos “pastores” são pegos com as irmãs dentro das igrejas fazendo sexo!
    Ontem lí uma reportagem que um pastor engravidou 5 adolescentes/crianças, e o mais ridículo foi que ele falou que foi porque um ANJO apareceu para ele e pediu que fizesse isso, e assim ele enganou as meninas iludindo-as, pois disse a elas também que o filho que sairia delas seria os salvadores do mundo e que lutariam contra os pecadores! Pelo Amor de Deus!
    Então como vocês podem ver, não são só os que se dizem padres que cometem crimes, os que se dizem pastores também!

  10. Rode Madalena de Jesuz. disse:

    padres devem casar.
    Católicos.
    Ja a católica diz que os padres não podem se casar , mas, a Bíblia diz:

    Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;

    Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;

    Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia

    (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?)1 Timóteo 3

    • Marcelo Aguiar disse:

      Minha irmã… vc está perdendo tempo com seu conhecimento Bíblico.
      Em qual Escola ou Instituto vc estudou? Em qual país?
      Quanta capacidade!!! Vc não aceitaria ser professora de Bíblia?
      Conheço um lugar q precisa de pessa capacitada em Cartas Paulinas e saiba ler a Bíblia nos originais, grego e latim.
      Topa?

    • Fernando Goncalves dos Santos disse:

      ai, de novo!
      É, Paulo disse isso! Mas ele também disse:
      “Quisera que todos os homens fossem como sou; mas cada um recebe de Deus seu dom particular; um, deste modo; outro, daquele modo”(1Cor. 7, 7). Para Paulo, a virgindade não se distingui do casamento como se somente ela fosse dom de Deus, pois ambos são dons de Deus.
      “Contudo, digo aos celibatários e às viúvas que é bom ficarem como eu”(1Cor. 7, 8).
      “A propósito das pessoas virgens, não tenho preceito do Senhor. Dou, porém, um conselho como homem que, pela misericórdia do Senhor, é digno de confiança. Julgo que essa condição é boa, por causa das angústias presentes; sim, é bom ao homem ficar assim. Estás ligado a uma mulher? Não procures romper o vínculo. Não estás ligado a uma mulher? Não procures mulher. Todavia, se te casares, não pecarás; e se a virgem se casar, não pecará. Mas essas pessoas terão tribulações na carne; eu vo-las desejaria poupar.”(1Cor. 7, 25-28). Não se trata das tribulações oriundas das concupiscências, mas dos encargos da vida conjugal.
      “Eu quisera que estivésseis insentos de preocupações. Quem não tem esposa, cuida das coisas do Senhor e do modo de agradar ao Senhor. Quem tem esposa, cuida das coisas do mundo e do modo de agradar à esposa, e fica dividido. Da mesma forma, a mulher não casada e a virgem cuidam das coisas do Senhor, a fim de serem santas de corpo e de espírito. Mas a mulher casada cuida das coisas do mundo; procura como agradar ao marido”(1Cor. 7, 32-34).
      E Jesus:
      “Os discípulos disseram-lhe: ‘Se é assim a condição do homem em relação à mulher, não vale a pena casar-se’. Ele acrescentou: ‘Nem todos são capazes de compreender essa palavra, mas só aqueles a quem é concedido. Com efeito, Há eunucos que nasceram assim, do ventre materno. E há eunucos que foram feitos eunucos pelos homens. E há eunucos que se fizeram eunucos por causa do Reino dos Céus. Quem tiver capacidade para compreender, compreenda!’(Mt. 19, 10-12)” Jesus convida à continência perpétua aqueles que querem consagrar-se exclusivamente ao Reino dos Céus.
      E eu digo:
      Se fosse assim não haveria médico Ginecologista e Obstetra!
      E por acaso Padre nasce de que?
      De chocadera né! deve ser!

  11. vasconcelos disse:

    o papa e os padres tem mesmo e que viver e mesmo na viadagem mesmo,como o padre de comtagem
    M.G.faz.bobo e os padres e as freiras.se ficar perdendo tempo.se tiver oportunidade.seja nas igrejas.nas casas paroquial.ou no motel.o que não podem e deixar de praticar sexo.e gostoso.e bom para a saude.emquanto os catolicos estão se casandos com as catolicas.os bobos dos padres e das freiras.estão só olhando.e pensando nas coisas boas que eles os casados estão fazendo na lua de mel.sequndo o propio JESUS CRISTO falou em são marcos c16v16.que diz assim.quem crer e for batizado sera salvo.porem quem não crer sera comdenado.mediante o que JESUS falou. o papa os padres as freiras estão todos comdenados mesmo.o batismo da igreja catolica feito pelo o papa e os padres de batizar crianças e ante biblicos.crer nas imagem adorar as imagem tambem e ante biblico.exodo.c20v1a5.13a17.Deuteronomio.c16v22.levit.c26v1.salmos.c16v4.c97v7.c115v4a8.jeremias.c10v1a14.Habacuque.c2v18.19.apocalipse.c9v20.21.c22v15.18.19.o diabo e o pai da mentira e é tambem o ladrão.s joão.c8v44.c10v10.e mentira da igreja catolicas de falar que as pessoas quando morre vira santo ou santa.a biblia sagrada DEUS desmente isto e só voces mesmo ler em eclesiastes.c9v5.6.salmos.c115v17.são lucas.c16v19a31.se o apostolo padro era casado, se jose casou se com maria apos o nascimento de JESUS.quem mais não podem casa se?.os unicos animais que se não reproduz e o burro e a mula.os padres e as freiras .tó fora sai dai a muito tempo.isaias.c45v20.c44v9a19. Habacuque.c2v18.19.s joão.c8v44.c10v10.JESUS falou que o diabo e o pai da mentira assim como as imagem são obegetos de mentiras.

  12. vasconcelos disse:

    temtar defender o papa e os padres e as igrejas catolicas,e ser comtra a DEUS. e a favor do diabo,pois a BIBLIA SAGRADA e DEUS e JESUS CRISTO falando com o homem e a mulher.veja o que DEUS pediu em exodo.c20v1a5.13a17.24.Deuteronomio.c16v22.levit.c26v1.em isaias.c44v9a19.c45v20.DEUS falou que as imagem não tem valor nemum.em jeremias.c10v1a14.Habacuque.c2v18.19.as imagem são obras feitas de mentiras.em são joão.c8v44.c10v10.JESUS CRISTO falou que o diabo e o pai da mentira e é tambem o ladão.cruzando uma coisa com a outras o diabo e o pai de todas as imagem da igreja catolica sim.apocalipse,c9v20.21.c22v15.18.19.JESUS CRISTO esta afirmando que as imagem são mesmo dos demonios.não e a atoa que os centros de macunbas e centros de feitizarias estão cheios de todas as imagem da igrejas catolicas.na bibila esta escrito que o mundo jaz no malignos.

    • vasconcelos disse:

      sequndo esta escrito na biblia sagrada o papa e os padres falam o nome de deus e de jesus por falar.falar ate o diabo fala.papagaio tambem fala e so emsinar.quero ver e obedeser as coisas que DEUS comdena na biblia sagrada.o papa e os padres obedesem mais o diabo em tudo.tudo o que tem na macunbas e na feitisarias tem tambem na igreja catolicas comesando pelas as imagem que se diz santos e santas.que sequndo esta escrito em apocalipse.c9v20.21.c22v15.18.19.são obras dos demonios por ser obras de mentiras.o propio JESUS CRISTO falou em são joão c8v44.que a igreja catolicas tem por pai o diabo.já que os catolicos diz que a igreja catolica e a primrira igreja.em jeremias.c10v14.Habacuque.c2v18.19.fala que as imagem são obras de mentiras.crusando uma cisas com a outras o diabo e o pai da imagem.já que DEUS pediu em exodo,c20v1a5.para nao fazer imagem de espece alqumas.

      • Fernando Goncalves dos Santos disse:

        Para começar a responder meu mais querido irmão vasconcelos, quero dizer em primeiro lugar: está difícil entender seu português em irmão!
        O vercículo do Apocalípse que muito mal Vossa Esselêntíssima citou diz o seguinte: “Os outros homens, que não foram mortos por estes flagelos, não renunciaram sequer às obras de suas mãos, para não mais adorar os demônios, os ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que não podem ver, nem ouvir ou andar. Não se converteram também de seus homicídeos, magias, fornicações e roubos”. Em primeiro lugar quando você for citar um vercículo da Bíblia você tem que se situar no contexto em que o texto Bíblico foi escrito, de quem João estava falanto?(há, só para deixar claro o livo do Apolcalípse foi escrito por João(1,9) que o escreveu exilado na ilha de Patmos, por causa de sua fé em Cristo. Quanto à data de composição, admite-se bastante comumente que tenha sído composto pelo ano de 70-95), para quem?, por que? e não leia apenas o versículo a ser citado mas todo o capítulo do qual o vercículo faz parte(um bom curso de Teologia, não teologia de fundo de quintal, mas um bom curso, dá um geito nisso).
        Você percebeu a palavra “adorar” no versículo 20? João está dizendo que aqueles outros homens, que não foram mortos por estes flagelos, eles adoravam às obras de suas mãos. Quais obras? Os ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que não podem ver, nem ouvir ou andar. Eram estas as obras de suas mãos que eles adoravam.
        Você está afirmando coisas das quais você não tem conhecimento! A Igreja Católica Apotólica Romana não adora imagens, pois só Deus merece toda adoração, toda hora, toda glória e louvor! As imagens em nossa igreja, ao contrário daqueles homens citados por João, não são adoradas, não são para adoração! São para recordação! É como a foto que você tem da sua mãe e do seu pai.
        No versículo 21 que você citou diz que esses homens também não se converteram de seus homicídeos, magias, fornicações e roubos. Com esse vercículo você nos acusa de praticar as mesmas coisas. Devo exortar-vos de que também está escrito: “Não apresentarás um testemunho mentiroso contra o teu próximo”(Ex. 20, 16). Eu não me atreveria a dizer sobre a igreja de vocês o que você diz sobre a Igreja Católica, pois eu não tenho como afirmar tais coisas por não estar no meio de vós. “Não julgueis para não serdes julgados. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos. Por que reparas no cisto que está no olho do teu irmão, quando não percebes a trave que está no teu? Ou como poderás dizer ao teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”. (Mt. 7, 1-5)
        Que interessante! Você diz que: “o próprio JESUS CRISTO falou em são joão c8v44.que a igreja catolicas tem por pai o diabo”. Além do plural mal empregado, pude perceber que o seu texto Bíblico tem umas palavras diferentes! Há já sei! Deve ser a proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo vasconcelos: Glória a vós Senhor! Desse modo a citação não está correta! A citação neste caso deve ser a seguinte: Va. 8, 44. A partir do seu texto fica um pouco difícil discutir pois os teólogos ainda não o puderam estudar, mas eu vou trascrever o texto de João 8, 44: “Vós sois do diabo, vosso pai, e quereis realizar os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque nele não há verdade: quando ele mente, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira”. Esquisito não? não consegui encontrar as palavras Igreja Católica nesse texto! Enquanto ao diabo ser o pai da mentira! É verdade! Porém, quem é mesmo que fica jogando acusações aos quatro ventos sem ter certeza, em?
        Enquanto à Igreja Católica ser a primeira Igreja, não, ela não é! Porém, enquanto à Igreja Católica ser a primeira igreja Cristã, sim, ela é! A Igreja Católica tem aproximadamente 2000 anos, já o protestantismo teve seu início no século 16, é a vez da Reforma que cria a igreja protestante liderada pelo monge alemão Martinho Lutero.
        Não, nós não vamos voltar nessa conversa de imagem de novo! É o mesmo caso do Apocalipse! Essa já tá passada! Traga um novo assunto!
        Você citou os Santos e Santas da igreja!
        Pergunta: “O que são santos cristãos, de acordo com a Bíblia?”
        Resposta: A palavra santo vem do grego “hagios”, que significa “consagrado a Deus, divino, sagrado, piedoso”. É quase sempre usada no plural, “santos”. “Senhor, de muito tenho ouvido a respeito desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém” (Atos 9:13). “Passando Pedro por toda parte, desceu também aos santos que habitavam em Lida” (Atos 9:32). “…encerrei muitos dos santos nas prisões…” (Atos 26:10).
        A idéia da palavra “santo” é de um grupo de pessoas escolhidas para o Senhor e o Seu Reino. Há três referências relacionadas ao caráter piedoso dos santos; “…que a recebais no Senhor como convém aos santos…” (Romanos 16:2). “…com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho no seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo” (Efésios 4:12). “Mas a impudicícia e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos” (Efésios 5:3).
        Portanto, nos termos das Escrituras, os “santos” são o corpo de Cristo, os cristãos, a Igreja. Todos os cristãos são considerados santos… e ao mesmo tempo são chamados para serem santos. 1 Coríntios 1:2 diz claramente: “…à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados para ser santos…” As palavras “santificados” e “santos” têm a mesma origem grega. Os cristãos são santos pela virtude da sua conexão com Jesus Cristo. Os cristãos são chamados a ser santos, para cada vez mais permitir que a sua vida diária se aproxime da sua posição em Cristo. Essa é a descrição e o chamado bíblico dos santos.
        É como diz a Bíblia, os santos estão na terra, porém, só são reconhecidos depois de sua morte, pois até a morte, pode ser que durante o caminho o Cristão desista “porque largo e espaçoso é o caminho que conduz à perdição. E muitos são os que entram por ele. Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho que conduz à Vida. E poucos são os que o encontram”(Mt. 7, 13-14). Porém na Bíblia, todo aquele que recebe a Jesus Cristo pela fé é um santo, a igreja só faz reconhecer. Eles não tem poder algum, todo milagre vem de Deus, todo poder é de Deus, toda reverência e adoração só a Deus. Porém na Bíblia, os santos são chamados a reverenciar, adorar e orar apenas a Deus, por isso em suas orações eles intercedem pelos outros irmãos Cristãos. Ou você em suas orações não ora por seus parentes e amigos? “Pedi e vos será dado; buscai e achareis; batei e vos será aberto; pois todo o que pede recebe; o que busca acha e ao que bate se lhe abrirá. Quem dentre vós dará uma pedra a seu filho, se este lhe pedir pão? Ou lhe dará uma cobra, se este lhe pedir peixe? Ora, se vós que sois maus sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedem!(Mt. 7, 7-11)

  13. Fernando Goncalves dos Santos disse:

    Muitas são as pessoas que falam:

    “Por que os Padres católicos não se casam? Assim haveria mais vocações e menos escândalos. A própria Bíblia o recomenda em ITm 3,2: ‘Ë necessário que o bispo seja irrepreensível; que tenha casado com uma só mulher'”

    Primeiramente, São Paulo não era casado (veja ICor 7,8). Numa das cartas ele recomenda: “Sejam meus imitadores, como eu sou de Cristo”. Escrevendo, pois, a Timóteo, que também era bispo celibatário, não lhe podia aconselhar casamento. Porém, por falta de candidatos celibatários para a função episcopal (naquela época!), ele lhe recomenda escolher também homens casados – virtuosos. Daí a sua carta (ITm 3,2) ele não coloca acento nas palavras “que seja casado”…, mas nas palavras:…”com uma só mulher…” – e não com duas ou três, mesmo que sucessivamente, – o que seria sinal de moleza e muita paixão, deixando pouco zelo e dedicação para Deus e as almas. Em ICor 7,32-33 S. Paulo apresenta os argumentos em favor do celibato: “O que está sem mulher, está cuidadoso das coisas que são do Senhor, como há de agradar a Deus. Mas o que está casado, está cuidadoso das coisas que são do mundo, como há de dar gosto à sua mulher”.

    A Igreja Católica reconhece que a exigência do celibato dos padres não é de lei divina, mas de lei eclesial, que em circunstâncias especiais poderia ser abolida, mas opta pela maior perfeição, já que por este motivo os Apóstolos de Jesus deixaram a convivência matrimonial e familiar, para se dedicar inteiramente à propagação do Reino de Deus, – como consta de Lc 18,28-30: “Disse depois Pedro: ‘Eis que nós deixamos tudo o que nos pertence para te seguir’. Ele respondeu-lhes: “Em verdade vos digo, não há ninguém que tenha deixado casa, mulher, irmãos pais ou filhos, por causa do reino de Deus, que não receba o múltiplo no tempo presente, e no século que há de vir, a vida eterna.”

    Assumindo livremente o celibato, o sacerdote imita a maneira de viver de Jesus – celibatário, – inteiramente dedicado às coisas do Pai e de seu Reino.

    Pesquisado no livro Respostas da Bíblia (às acusações dos “crentes” contra a Igreja Católica). Pe. Vicente, SVD

    • MaríliaCana disse:

      Muita cnversa e pouca informação suficientemente profunda. Cristo e seus apóstolos foram celibatários, e isto todo mundo sabe. Só não se sabe toda a história da vida de Cristo. Será que aguém sabe onde e fazendo o quê no intervalo bíblico em que Ele não aparece? Ele estava na Índia, em companha do iogues de linha celibatária, aprendendo a meditar, até o ponto de iluminar-se. Quem tiver interesse em saber o que tem o celibato com a Iluminação, deve deixar de basear seus conhecimentos numa bíblia em que o homem acrescentou ou eliminou o que lhe interessava, e estudar os fundamentos científicos da Kundaline, ou seja, a energia da criação que Deus deu a Adão e Eva para que eles não precisassem recorrer a meios materiais ou físicos para se multiplicarem ou criar o que desejassem. Adão e Eva eram seres iluminados, no verdadeiro sentido da palavra, embora tenham recebido o dom do livre arbítrio para fazerem as suas escolhas. Há muita lenda em toda essa história de celibato e, tudo de acordo com a intenção e interesse de quem interpreta a hitória bíblica. Como o homem insiste em viver em função do prazer e dos instintos, como se nosso corpo fosse apenas um parquiinho de diversão, dificilmente ele vai compreender essa sabedoria, a menos que vá em busca da verdade, e faça sua própria escolha. Até a Igreja Católica se equivoca ao afirmar que o celibato no sacerdócio é “para poderem cuidar melhor dos assuntos da igreja”. E esse equívoco é uma das razões pela qual nem os próprios sacerdotes levam a sério o voto do celibato ou, castidade. Finalmente: alguém conhece um padre iluminado, ou que tenha investigado profundamente o assunto, como Cristo fez? Decorar salmos e evangelhos é fácil, fácil, mas ser um outro Cristo não é para qualquer um, pois o caminho vai-se tornando cada vez mais estreito quando, em vez de apenas se tornar uma enciclopédia bíblica, a gente decide por em prática tudo o que Cristo praticou até sua ILUMINAÇÃO.

      • Fernando Gonçalves Dos Santos disse:

        Os conselhos evangélicos, em sua multiplicidade, são propostos a todo discípulo de Cristo. A perfeição da caridade à qual todos os fiéis são chamados comporta para os que assumem livremente o chamado à vida consagrada a obrigação de praticar, a castidade no celibato pelo Reino, a pobreza e a obediência. E a profissão desses conselhos em um estado de vida estável reconhecido pela Igreja que caracteriza a “vida consagrada” a Deus.
        Todos os ministros ordenados da Igreja latina, com exceção dos diáconos permanentes, normalmente são escolhidos entre os homens fiéis que vivem como celibatários e querem guardar o celibato “por causa do Reino dos Céus” (Mt 19,12). Chamados a consagrar-se com indiviso coração ao Senhor e a “cuidar das coisas do Senhor”, entregam-se inteiramente a Deus e aos homens. O celibato é um sinal desta nova vida a serviço da qual o ministro da Igreja é consagrado; aceito com coração alegre, ele anuncia de modo radiante o Reino de Deus.
        Nas Igrejas orientais, está em vigor, há séculos, uma disciplina diferente: enquanto os Bispos só são escolhidos entre os celibatários, homens casados podem ser ordenados diáconos e padres. Esta praxe é considerada legítima há muito tempo; esses padres exercem um ministério muito útil no seio de suas comunidades. O celibato dos presbíteros, por outro lado, é muito honrado nas Igrejas orientais, e são numerosos os que o escolhem livremente, por causa do Reino de Deus. No Oriente como no Ocidente, aquele que recebeu o sacramento da Ordem não pode mais casar-se.
        Desde os tempos apostólicos, virgens e viúvas cristãs , chamadas pelo Senhor a apegar-se a Ele sem partilha em uma liberdade maior de coração, de corpo e de espírito, tomaram a decisão, aprovada pela Igreja, de viver respectivamente no estado de virgindade ou de castidade perpétua “por causa do Reino dos Céus” (Mt 19,12).
        A vida consagrada a Deus caracteriza-se pela profissão pública dos conselhos evangélicos de pobreza, de castidade e de obediência em um estado de vida permanente reconhecido pela Igreja.
        Os frutos do Espírito são perfeições que o Espírito Santo forma em nós como primícias da glória eterna. A Tradição da Igreja enumera doze: “caridade, alegria, paz, paciência, longanimidade, bondade, benignidade, mansidão, fidelidade, modéstia, continência e castidade” (Gl 5,22-23 vulg.).
        “Mestre, que devo fazer de bom para ter a vida eterna?” Ao jovem que lhe faz esta pergunta, Jesus responde primeiro invocando a necessidade de reconhecer a Deus como “o único bom”, com o bem por excelência e como a fonte de todo bem. Depois, Jesus diz: “Se queres entrar para a Vida, guarda os mandamentos”. E cita ao seu interlocutor os preceitos que se referem ao amor do próximo: “Não matarás, não adulterarás, não roubarás, não levantarás falso testemunho, honra pai e mãe”. Finalmente, Jesus resume estes mandamentos de maneira positiva: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 19,16-19).
        A esta primeira resposta é acrescentada uma segunda: “Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens e dá aos pobres, e terás um tesouro nos céus. Depois, vem e segue-me” (Mt 19,21). Esta não anula a primeira. O seguimento de Jesus Cristo inclui o cumprimento dos mandamentos. A Lei não foi abolida, mas o homem é convidado a reencontrá-la na pessoa de seu Mestre, que é o cumprimento perfeito dela. Nos três Evangelhos sinópticos, o apelo de Jesus dirigido ao jovem rico, de segui-lo na obediência do discípulo e na observância dos preceitos, é relacionado com o convite à pobreza e à castidade. Os conselhos evangélicos são indissociáveis dos mandamentos.
        A castidade significa a integração correta da sexualidade na pessoa e, com isso, a unidade interior do homem em seu ser corporal e espiritual. A sexualidade, na qual se exprime a pertença do homem ao mundo corporal e biológico, torna-se pessoal e verdadeiramente humana quando é integrada na relação de pessoa a pessoa, na doação mútua integral e temporalmente ilimitada do homem e da mulher.
        A virtude da castidade comporta, portanto, a integridade da pessoa e a integralidade da doação.
        A castidade comporta uma aprendizagem do domínio de si que é uma pedagogia da liberdade humana. A alternativa é clara ou o homem comanda suas paixões e obtém a paz, ou se deixa subjugar por elas e se torna infeliz. “A dignidade do homem exige que ele possa agir de acordo com uma opção consciente e livre, isto é, movido e levado por convicção pessoal e não por força de um impulso interno cego ou debaixo de mera coação externa. O homem consegue esta dignidade quando, libertado de todo cativeiro das paixões, caminha para o seu fim pela escolha livre do bem procura eficazmente os meios aptos com diligente aplicação.”
        Aquele que quer permanecer fiel às promessas do Batismo e resistir às tentações empenhar-se-á em usar os meios: o conhecimento de si, a prática de uma ascese adaptada às situações em que se encontra, a obediência aos mandamentos divinos, a prática das virtudes morais e a fidelidade à oração. “A castidade nos recompõe, reconduzindo-nos a esta unidade que tínhamos perdido do quando nos dispersamos na multiplicidade.”
        A virtude da castidade é comandada pela virtude cardeal da temperança, que tem em vista fazer depender da razão a paixões e os apetites da sensibilidade humana.
        A castidade tem leis de crescimento. Este crescimento passa por graus, marcados pela imperfeição e muitas vezes pelo pecado. “Dia a dia o homem virtuoso e casto se constrói por meio de opções numerosas e livres. Assim, ele conhece, ama e realiza o bem moral seguindo as etapas de um crescimento.”
        A castidade representa uma tarefa eminentemente pessoal. Mas implica também um esforço cultural, porque “o homem desenvolve-se em todas as suas qualidades mediante a comunicação com os outros”. A castidade supõe o respeito pelos direitos da pessoa, particularmente o de receber uma informação e uma educação que respeitem as dimensões morais e espirituais da vida humana.
        A castidade é uma virtude moral. É também um dom de Deus, uma graça, um fruto da obra espiritual. O Espírito Santo concede o dom de imitar a pureza de Cristo àquele que foi regenerado pela água do Batismo.
        A caridade é a forma de todas as virtudes. Influenciada por ela, a castidade aparece como uma escola de doação da pessoa. O domínio de si mesmo está ordenado para a doação de si mesmo. A castidade leva aquele que a pratica a tornar-se para o próximo uma testemunha da fidelidade e da ternura de Deus.
        A virtude da castidade desabrocha na amizade. Mostra ao discípulo como seguir e imitar Aquele que nos escolheu como seus próprios amigos, se doou totalmente a nós e nos faz Participar de sua condição divina. A castidade é promessa de imortalidade.
        A castidade se expressa principalmente na amizade ao próximo. Desenvolvida entre pessoas do mesmo sexo ou de sexos diferentes, a amizade representa um grande bem para todos e conduz à comunhão espiritual.
        A sexta bem-aventurança proclama: “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus” (Mt 5,8). A expressão “puros de coração” designa aqueles que entregaram o coração e a inteligência às exigências da santidade de Deus, principalmente em três campos: a caridade, a castidade ou a retidão sexual, o amor à verdade e à ortodoxia da fé. Existe um laço de união entre a pureza do coração, do corpo e da fé:
        Os fiéis devem crer nos artigos do símbolo, “para que, crendo, obedeçam a Deus; obedecendo, vivam corretamente; vivendo corretamente, purifiquem seu coração; e, purificando o coração, compreendam o que crêem”.
        fernandogoncalvesdossantos@hotmail.com

  14. Fernando Goncalves dos Santos disse:

    Para responder ao comentário de minha irmã Carolina Feitosa quero lhe perguntar se ela conhece todos os Padres do mundo, e ainda, se ela tem conhecimento de que os casos de pedofilia em 50% são praticados pelos pais da vítima, e 18% pelos parentes da Vítima.
    Faça uma pesquisa de quantos Padres existem só no Brasil, e dos casos de pedofilia no Brasil quantos são por parte de Padres.

  15. Josimar Lima Campos disse:

    Amados irmãos.
    não devemos ficar defedendo doutrina de homens. Toda a igreja e governada por um homem no qual é feito de carne e osso. Todos nos somos iguais, todos somos farinha do mesmo saco, todos nos somos pecadores. Não devemos defender o que o padre e o que o pastor diz. E sim buscar entendimento na palavra de Deus. Devemos ler bastante a biblia e pedir a Deus que nos der entedimento para que saibamos da verdade. Se vc é catolico não confie no padre e se vc é evangelico não confie no pastor. Somente busque a verdade que esta com Deus. Jeremias 17:5 Assim diz o SENHOR: MALDITO HOMEM QUE CONFIA NO HOMEM , e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s