Os grandes assassinos em série no mundo


MANCHESTER, GB, 19 jul (AFP) – O médico britânico Harold Shipman, condenado à prisão perpétua por 15 assassinatos, matou 215 pacientes, talvez 260, segundo as conclusões de uma investigação oficial divulgadas esta sexta-feira, em Manchester (Noroeste da Inglaterra). Esta cifra o torna um dos maiores assassinos em série da História. Seguem abaixo alguns dos casos mais conhecidos de assassinatos em série:
– Na COLôMBIA, Luis Alfredo Garavito, condenado em maio de 2000, em Bogotá, a 835 anos de prisão, é considerado culpado de 189 assassinatos.
– No EQUADOR, Pedro López Monsalve foi condenado em 1980 pelo assassinato e estupro de 60 crianças. É suspeito de 300 assassinatos.
– Na RÚSSIA, “o carniceiro de Rostov”, Andrei Chikatilo, foi declarado culpado de 52 assassinatos com motivos sexuais entre 1978 e 1990. As vítimas foram, em sua maioria, crianças e adolescentes. Ex-professor e doutor em Filosofia, foi executado em 1994.
– No PAQUISTÃO, Javed Iqbal, 38, foi condenado à morte em março de 2000, pelo assassinato de 100 crianças.
– Nos ESTADOS UNIDOS, John Wayne Gacy, “o palhaço assassino”, confessou ter estuprado e estrangulado 33 jovens entre 1972 e 1978. Vinte e nove corpos foram encontrados em sua casa. Foi executado no ano de 1994, em Illinois.
– Jeffrey Dahmer, “o carniceiro de Milwaukee”, cometeu 17 assassinatos entre 1978 e 1991, e reconheceu ter comido a carne de três vítimas. Morreu na prisão, nas mãos de outro detento, em 1994.
– Na ÁFRICA DO SUL, Moses Sithole, 32, foi condenado a 2.410 anos de prisão em 1997, por 38 assassinatos e 40 estupros.
– Na UCRÂNIA, Anatoli Onoprienko, 30, foi condenado à morte em 1§ de abril de 1998, pelo assassinato de 52 pessoas, entre elas 10 crianças, entre 1989 e 1996.
– Na ITÁLIA, Donato Bilancia, 46, confessou ter assassinado 17 pessoas entre outubro de 1997 e abril de 1998. Foi condenado em abril de 2000 a 13 penas de prisão perpétua em Gênova, no Norte da Itália.
– Na GRÃ-BRETANHA, Rosemary West foi condenada à prisão perpétua em novembro de 1995, por 10 assassinatos, e é suspeita de outros nove crimes. Na “Casa dos Horrores”, em Gloucester (Oeste), foram encontrados 10 corpos, entre eles os das filhas do casal West. O marido de Rosemary, Frederik, suicidou-se na prisão em janeiro de 1995, depois de ter confessado a autoria de 12 assassinatos.
– O britânico Dennis Nilsen foi condenado à prisão perpétua por ter matado 15 jovens em seu apartamento de Londres, entre 1978 e 1983.
– Na FRANÇA, Thierry Paulin, “o assassino de idosas”, foi preso em dezembro de 1987 e confessou ter assassinado 21 pessoas em Paris entre 1984 e 1987. Soropositivo, morreu no hospital da prisão em abril de 1989, sem ter sido julgado.
O médico Marcel Petiot foi declarado culpado de 24 assassinatos e executado em 1946. Ele esquartejava e queimava suas vítimas em um hotel parisiense.

fonte:uol
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

18 respostas para Os grandes assassinos em série no mundo

  1. Cacau disse:

    Lula deveria ser condenado como genocida, pois assassinou o bolso de mais de 180 milhões de brasileiros em seu governo.

    • adilson tenorio silva disse:

      voce vive em outro mundo?nao e´o q dizen os milhoes de pobres e miseraveis ou milhoes de estudantes negros, brancos, coloridos, pobres q nunca sonhariam em cursar uma universidade.informe-se melhor

      • carnei disse:

        Eu cursei uma faculdade de qualidade pagando com meu trabalho e não dependi de governo nenhum

    • matilde fernandes da silva disse:

      O Cacau sabe bem o que diz. Você Adilson, deve ser um dos que vive com bolsa família, bolsa falta de vergonha, bolsa sabe lá o que…
      Os filhos do Brasil tem uma porcaria de escola pública e morrem, sem defesa, quando dependem de hospitais públicos, no entanto o governo gasta milhões dando ‘bolsa’ aos pobres. Descente seria ele dar condições dignas de vida.
      as ‘bolsas’ dadas pelo governo é a mais compra de voto, institucionalizada, que Brasil e o mundo já tiveram conhecimento.
      Adilson, você não tem culpa em ser cego, mas tens culpa em não querer enxergar.

    • Quanta ingenuidade da classe mérdia brasileira….Todos os seus heróis deveriam ser condenados por terem, alem de terem assassinado o bolso, terem vendido o país, segregado a população que trabalhou de graça para construí-lo. Idiotas que não estudaram sabem que o Brasil é um dos países mais corruptos do mundo e não é de hoje e o único ladrão é o Lula! Talvez porque dessa vez resolveu roubar(ou prejudicar) quem sempre mamou nessa teta. Você é típico de quem quando começa a perder muda pro outro lado…Hipócrita!

  2. Carlota será entrevistado a respeito de serial killer por revista dos EUA

    Como um menino tímido e retraído, com dificuldades no aprendizado escolar, tornou-se um dos maiores assassinos em série do Brasil e conseguiu enganar a polícia durante mais de vinte anos?
    É pra responder esta pergunta, que o escritor e jornalista Reginaldo Carlota, 36, será entrevistado na próxima segunda-feira, por uma revista de cultura pop, norte-americana.
    O assassino em questão é o engraxador de portas Laerte Patrocínio Orpinelli, de 58 anos, considerado o maior matador de crianças do Brasil. O maníaco ficou conhecido mundialmente em janeiro de 2000, quando foi preso sob a acusação de ter estuprado e matado dezenas de crianças, entre as décadas de 70 e 90.
    Carlota recebeu o convite para a entrevista pelo fato de seu nome estar aparecendo em vários sites dos estados Unidos, que falam sobre assassinos seriais.
    Há três meses o autor lançou o livro-reportagem “O Matador de Crianças”, obra que reconstitui minuciosamente e denúncia os brutais assassinatos praticados por Orpinelli. O sucesso da obra foi imediato, sendo que o autor vendeu mais de cem exemplares apenas nos primeiros três dias após o lançamento. A obra também está sendo destaque em dezenas de jornais, sites e revistas de todo o Brasil.
    Carlota acaba de lançar uma nova tiragem de 1000 exemplares do livro, que está a venda em seu site oficial (www.reginaldocarlota.com.br) e nas livrarias e principais bancas de revistas da região.
    “Eu já disse em várias ocasiões que assassinos em série são pessoas assustadoramente normais, gente acima de qualquer suspeita, na maioria das vezes. Orpinelli por exemplo, era um ‘tiozinho’ que adorava brincar com as crianças, depois as violentava e matava. Existem muitos outros como ele, e é importante que a sociedade entenda que às vezes, o psicopata assassino pode morar ao lado da nossa casa, por isso escrevi o livro”, explica o autor.
    O jornalista revelou que sua entrevista sairá no mês de dezembro nos EUA, e logo em seguida será traduzida e postada em seu site.

    “Assassinos em série são pessoas acima de qualquer suspeita”, revela repórter policial

    Autor do livro “O Matador de Crianças”, que recosntitui e denúncia os assassinatos macabros praticado pelo serial killer Laerte Patrocínio Orpinelli, o escritor ituano Reginaldo Carlota, 36, traçou o perfil psicológico de um serial killer, com base na extensa pesquisa e investigação que conduziu durante anos em torno do caso Orpinelli.
    Carlota explicou em detalhes como esse tipo de assassino age, e alerta os pais para cuidarem melhor da segurança pessoal de seus filhos, já que a prevenção e os cuidados são as melhores formas de evitar a ação desses maníacos.
    “Um serial killer é um criminoso que comete uma série de assassinatos, geralmente de maneira idêntica, com intervalos que podem ser de dias, meses, ou até mesmo anos. As vítimas desse tipo de criminoso sempre apresentam o mesmo perfil, que pode estar na raça, idade, aparência, ou pertencer a um grupo específico, podendo ser crianças, prostitutas, idosos, donas de casa e assim por diante. Essa é a melhor definição de um serial killer”, explica Carlota.
    “Existem duas categorias de serial killers, sendo os ‘organizados e não-sociais’ e os ‘desorganizados e anti-sociais’. É nessa segunda categoria que o maníaco Orpinelli, que fez duas vítimas em Itu, se enquadra”, revela o autor.
    “Os organizados geralmente são mais difíceis de serem pegos. Esses costumam exibir uma inteligência normal ou até mesmo acima da média. É um criminoso bem integrado na sociedade, tem emprego fixo, namora ou é casado, tem carro sofisticado e possui boa higiene pessoal e no lar”, conta. “Esse tipo de assassino também planeja os crimes com antecedência, sempre mata em um local e abandona o corpo no outro e costuma acompanhar o trabalho da polícia através dos noticiários. São cidadãos acima de qualquer suspeita”, diz.
    Já os desorganizados e anti-sociais, são praticamente o oposto, de acordo com o repórter. “Esse tipo de criminoso sempre viveu sozinho, não namora, não é casado, tem péssima higiene pessoal, ataca repentinamente, abandona os corpos nas cenas dos crimes e não dá a mínima para o trabalho da polícia”, revela Carlota.
    “Orpinelli é um assassino psicopata, sádico e perverso, mas não é louco, como muitos imaginam. Ele tem plena consciência do que faz, antes, durante e depois dos crimes. O que o torna um psicopata é sua ausência total de sentimentos, como piedade das vítimas ou remorso pelos assassinatos praticados. Ele só parou de matar porque foi preso. Se for solto, mata novamente”.
    O autor diz que o fato do assassino ser semi-analfabeto e ter um jeitão simples de caipira, contribuiu em muito para que ele passasse despercebido durante anos. “As autoridades já têm uma certa dificuldade em aceitar a existência de serial killers agindo no país, por considerá-los um tipo de figura emblemática norte-americana, alardeadas pelos filmes de Hollywood. Com isso em mente, quem poderia imaginar então, que o maior assassino em série de crianças brasileiro, fosse um andarilho sujo, maltrapilho e semi-analfabeto, que perambulava faminto e sem rumo pelo interior de São Paulo?”, questiona. Na maioria dos casos, assassinos em série são pessoas acima de qualquer suspeita”, revela.
    O escritor disse que os anos que passou obcecado apurando os crimes do maníaco, deixaram sequelas emocionais que não serão curadas tão cedo. “Ainda penso em todas as crianças que ele matou e costumo acordar no meio da noite ouvindo os gritos aterrorizados delas, pedindo socorro, um socorro que nunca chegou. Acho que entrar na cabeça desse assassino, foi até fácil. Difícil é conseguir sair”.

    Reginaldo Carlota

    http://www.reginaldocarlota.com.br
    http://www.carlotacriminal.blogspot.com

  3. Eugenio disse:

    São uns demônios encarnados

  4. Ivan disse:

    Já não aparecem tantos serial killers igual nas décadas de 60,70,80, principalmente os norte-amercianos, o mesmo raciocíonio se aplica à classe artística, quando revelavam grandes nomes da música. Já li algo que me respondia essa questão, mas não me lembro mais, mas parece estar ligado com política, cultura e artes. Quanto ao Orpinelli, impressionante como passava desapercebido dentre os humildes, a própria polícia já o havia prendido, e não imaginava quem o era. Graças a uma delegada que suspeitou e foi atrás das pistas.

  5. Carla Vasconcelos disse:

    Fico tentando, em vao, entender a mente dessas pessoas. Penso no meu filho. Na dor de cada um desses pais e familiares dessas vitimas. Lamentavel.

  6. cezardigner disse:

    e foda mas como tratar essas pessoas prq fazem isso

  7. cleber disse:

    maito legal ese filme asistao

  8. Dr.mundo disse:

    Adoro isso e espero um dia matar MUITOS, e MUITOS.
    todos aqueles que me fizeram sofrer pagarão pelos seus atos!
    esta na hora de me vingar pois o dia ja esta chegando!!!
    podem me chamar de: Dr.MUNDO< o maior serial killer do MUNDO

  9. XMEN55 disse:

    Não gostei disto !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. romario disse:

    isso mostra q mundo tem muitas pessoas assim!

  11. Amanda disse:

    Oi tenho 15anos me interreso muito por isso um dia pretendo me vingar de todos N to nem ai vou MATAR um por um e depois no final eu me mato!!!!

  12. sr frajola disse:

    qtal vcs tomarem no cú de vcs amofadinhas numka nem feriram alguem otarios BANDO DE FDPS…

  13. sr piu piu disse:

    isso ai bamdo de fudidos…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s